Como calcular a quantidade de bebidas para o casamento?

Faltar ou sobrar bebidas e comidas para o casamento é sempre uma preocupação para os noivos. Afinal, atender bem aos convidados faz parte das boas práticas do casamento, e ninguém quer falhar, especialmente nos comes e bebes. Mas, afinal, como calcular a quantidade de bebidas para o casamento?  Veja dicas e quantidades que o Espaço Cantareira separou para vocês!

Na hora de fazer o cálculo, é indispensável ter em mãos o número de convidados esperados no evento. Porém, para que a quantidade seja acertada, também deve-se levar em conta a duração da festa e a variedade de tipos de bebidas que serão servidos. 

Outro ponto que pode pesar na decisão final é pensar no perfil dos seus convidados: se eles bebem muito, qual a faixa de idade da maioria (é comum que jovens consumam mais bebidas), se eles consomem álcool ou não. 

Confira dicas para escolher os melhores tipos de bebidas para a sua festa:

  1. Água

Água é uma bebida básica, uma vez que todos os convidados podem consumir – tanto durante o jantar quanto na pista de dança. Se o casamento for na praia, no campo ou em dias muito quentes, vale a pena investir em uma quantidade maior de água, já que a necessidade de hidratação será maior.

  1. Refrigerantes

O principal a se pensar na hora de escolher refrigerantes para a sua festa é no perfil dos convidados. Em casamentos evangélicos que não servem bebidas alcoólicas, por exemplo, o consumo de refrigerantes será muito maior. Se a festa tem muitas crianças, este também pode ser um consumo alto.

  1. Sucos

Os sucos são ótimas opções de bebidas não alcoólicas para a festa e o princípio para o cálculo da quantidade pode ser o mesmo do refrigerante. Na hora de servir, pode-se optar tanto por jarras quanto por taças dosadas.

  1. Energéticos

Geralmente, o maior consumo de energéticos é feito por aqueles que consomem Whisky ou Vodka. Nesse caso, é melhor investir em latinhas que em garrafas, para servi-las junto às doses das bebidas alcoólicas.

  1. Cervejas

Assim, como no caso dos refrigerantes, é mais econômico comprar a cerveja em garrafas do que em latas. Hoje está em alta servir a cerveja em garrafas long neck.

  1. Vinhos

A escolha do tipo de vinho está relacionada diretamente com os pratos disponíveis no cardápio. Tinto ou branco, seco ou suave: tudo vai depender se a escolha da bebida harmoniza com a escolha de prato. Os vinhos podem ser servidos na própria garrafa e, geralmente, apenas durante o jantar.

  1. Espumantes ou champanhe

Os espumantes, vistos como uma bebida festiva, já são tradicionais em casamentos e podem ser servidos ao longo de todo o evento, em taças ou garrafas.

  1. Bebidas destiladas

Destilados, como Vodka e Whisky, podem ser servidos em doses para os convidados, com opção de energético e gelo à parte.

 

Confira agora como calcular a quantidade de tipos diferentes de bebidas, considerando o número de convidados e pensando em um consumo médio:

  • Chopp: 2 litros por convidado
  • Champanhe ou espumante: 1 garrafa para cada 3 convidados (se for a única bebida) / se for apenas para o brinde calcula-se 1 garrafa para cada 6 convidados;
  • Vinho tinto: 1 garrafa para cada 10 convidados;
  • Cerveja: 1,5 latinhas para cada convidado ou 1 garrafa para 4 pessoas (se tiver outra bebida);
  • Whisky: 1 garrafa para cada 10 convidados;
  • Refrigerante: 400ml cada convidado;
  • Água: 1,5 garrafas para cada convidado;
  • Energético: 1 lata para cada 3 convidados.

Selecionar as bebidas e bater o martelo na quantidade não é fácil, mas pensar nesses pontos pode diminuir um pouco as preocupações nessa hora. Nós ficamos responsáveis pela maioria das bebidas dos casamentos e sempre ajudamos os casais com a quantidade de outras bebidas. Afinal, o mais importante é aproveitar a festa sem ficar aflito com bebidas que acabam antes do esperado ou com convidados insatisfeitos. Anote as dicas e boa festa!

About the author: Fê