Padronização dos vestidos das madrinhas: dicas e cuidados

Padronizar os vestidos das madrinhas é uma tendência norte-americana que a cada dia ganha mais espaço nos casamentos brasileiros. No entanto, quais são as vantagens e desvantagens de padronizar os vestidos?

Algumas considerações para você decidir se vai padronizar ou não os vestidos de suas madrinhas:

Além de escolher a forma com que você irá padronizar os vestidos (modelos, cores, tecidos, paleta de cores, etc), existem outras questões a considerar, desde como abordar as madrinhas e até quem vai arcar com os custos.

É bem interessante fazer uma reunião para conversar com as madrinhas sobre a sua decisão. Essa reunião vai ser legal para que todas se conheçam. Em tempos tão modernos, você pode montar um grupo no whatsapp e poderão conversar com mais frequência, já que a correria do dia a dia e os preparativos do casamento lhe tomarão bastante tempo. O grupo também será útil para as madrinhas tirarem possíveis dúvidas com você, enviarem fotos dos vestidos escolhidos e também para vocês conversarem e amenizarem a ansiedade pré- casamento.

As padronizações das madrinhas podem ser:

1) A noiva pode escolher uma paleta com várias cores:

Nesse padrão, você “democratiza” um pouco mais, e deixa as madrinhas um pouco mais à vontade dando mais opções de cores. Você pode fazer um pequeno convite, incluindo a paleta de cores, e já pode colocar a sugestão de gravata para os padrinho ou dar de presente à eles, caso queira todos iguais.

2) A noiva escolhe a cor do vestido e cada madrinha escolhe o tom que usará:

Essa é uma forma de padronizar, mas sendo mais flexível com as madrinhas. Você pode dizer a cor, e cada uma escolhe o tom que gosta mais. Por exemplo: Escolhendo o verde, elas escolhem qual tom de ver fica melhor e ficam em tons próximos, uma forma de degradê, e também fica harmonioso nas fotos.

3) A noiva escolhe a cor do vestido, que será a mesma, exatamente no mesmo tom para todas:

Nessa, a noiva providencia uma amostra de tecido da cor escolhida e dá para as madrinhas procurarem vestidos na mesma cor. Geralmente, elas encontram muita dificuldade, pois ao encontrar um tom, as vezes não gostam do modelo, ou quando encontram a cor e o modelo, talvez não tenha do tamanho. Nesses casos, elas acabam comprando o tecido e mandando fazer, correndo o risco de não gostarem do resultado, alé do custo maior. E ainda assim, corre o risco de não ficarem todas do mesmo tom. 

4)  A noiva escolhe a cor e modelo:

É a forma mais complicada e que requer mais cuidados, pois os vestidos serão iguais para todas as madrinhas, por isso deverão ser confeccionados no mesmo local para garantir a uniformidade. Certifique se no local onde comprar o tecido, há tecido suficiente para confeccinar todos os vestidos.

Não costuma ser fácil convencer uma mulher a usar uma roupa do mesmo modelo e cor da outra, especialmente em um evento grandioso como um casamento, que costuma ser a oportunidade para arrasar com um look novo e exclusivo. Tudo depende da disposição das madrinhas para fazer essa homenagem a sua amiga noiva no grande dia dela.

5) A noiva deixa as madrinhas à vontade:

A noiva deixa as madrinhas escolherem a cor do vestido que se sentem melhor, cor preferida. É a forma mais econômica também, pois as madrinhas podem já ter algum vestido em casa e podem usar no casamento, e não precisarão alugar ou mandar fazer (até porque tem outros gastos com cabelo, maquiagem e presentes). As noivas apenas devem ter o cuidado de nao repetir cor de vestido das madrinhas.

Para decidir isso, é super importante que você analise delicadamente as diferenças de idade e tipo físico das suas madrinhas, da mesma forma que a condição financeira de cada uma para o vestido de festa especialmente para o seu casamento. Tudo pode ser viabilizado, desde que seja de modo consensual, amigável e agradável.

Exigências não são bem vindas e nem educadas, especialmente se a noiva não irá custear as despesas decorrentes disso. Não é regra que a noiva pague, desde que as madrinhas tenham condições, de verdade, para isso.

Priorize dar um tratamento igualitário a todas as madrinhas e, sempre viabilize, ajude, dê opções, simplifique os detalhes e pedidos, não deixe que se transformem num problema para suas madrinhas, e consequentemente, para você. Pense, nas presença de cada uma delas, no investimento que elas terão que fazer para vestir, se maquiar, te presentear, às vezes se deslocar de cidade.

Não esqueça: Surgindo divergências ou problemas, nunca perca o foco, a amizade e amor das madrinhas são bem mais importantes e maiores que o visual bacana dos vestidos iguais!

About the author: Fê